Karin-Catherine-Waldegrave

O mistério de Karin Catherine Waldegrave

Em 2011 atividades estranhas passaram a acontecer no perfil de uma canadense chamada Karin Catherine Waldegrave. Segundo dados do perfil, ela teria nascido em Londres e seria poliglota, falando uma grande quantidade de idiomas como francês, estoniano, letão, inglês , Russo, galo, latim e alemão. No perfil também constava a informação de que ela seria PhD da Universidade de Toronto, no Canadá.

 

 
Postagens bizarras

Na página existiam algumas postagens e compartilhamentos normais, comuns a maioria dos usuários do Facebook, porém a grande maioria das publicações não tinham qualquer sentido aparente. Muitas vezes Karin postava textos em diversos idiomas diferentes, e ela mesmo enchia a postagem de comentários. Parecia que ela estava conversando, em diferentes idiomas, com ela mesma.

Uma publicação dela chegou a ter 700 comentários em apenas 12 horas, todos escritos pela autora da publicação. Muitas das publicações parecem confusas e sem sentido, com diversas palavras repetidas na mesma frase.

Um desses enigmáticos post diz o seguinte:
“Além disso, a rede de criminosos criminosos criminosos que construiu nosso prédio de condomínio de luxo em 1997 devem parar de tomar tommery e realizar ativismo social assediando os proprietários de uma variedade de maneiras, incluindo a entrada nos apartamentos com um tipo de chave mestra na ausência dos donos. Vender aposentados casais empresariais, veteranos de guerra e casais jovens casados com crianças de idade infantil e sem (também considerando outros residentes, como jovens profissionais como contabilistas como locatários no edifício) US $ 2,5 milhões em imóveis (nós, por exemplo, estamos casados E têm sido cônjuges por 8 anos em um casamento longo, um segundo casamento longo e fiel para nós dois – donos de casa ao longo da vida no Canadá, ambos com a exceção de 1947 – 1952), continuando peeping ao longo dos anos e outro comportamento de invasão casa por freqüentes batidas na porta.”

Muitas de suas postagens se concentravam em comentários sobre conspirações governamentais e, em dias posteriores, Waldergrave passou muito tempo discutindo sobre a CIA, o FBI e os sombrios Homens de Preto. Ela afirmou que estava sendo observada e perseguida por eles, e que ela sabia tudo sobre seus negócios negros. Houve também menção de ter conhecimento das atividades de várias agências governamentais internacionais e suas operações enlouquecidas.

latest
Suposições

Para algumas pessoas, os posts pareciam delírios psicóticos, e para outros uma loucura bem bizarra. Embora alguns posts pareciam normais e coerentes, logo começaram a aparecer frases ininteligíveis.

Os leitores não sabiam se ela era esquizofrênica, ou se ela estava postando algum tipo de comunicação de espionagem. Também não está claro se essas mensagens foram feitas por uma pessoa ou por várias pessoas que acessaram a conta dela.

Será que Waldegrave usou algum tipo software com capacidade de publicar parágrafos extremamente longos dentro de segundos? Esses textos que Karin estava escrevendo eram impossíveis para mãos humanas. Muitos acreditavam que esse software foi quem a ajudou com essas inúmeras postagens. Será que essas postagens foram automatizadas, feitas por um codificador misterioso? Se sim, porquê?

Teorias a respeito do caso afirmam que as postagens bizarras em seu nome seriam uma forma de comunicação codificada entre grupos secretos.

Outro mistério ligado ao caso diz respeito a própria Karin, afinal de contas nunca ficou provado de que ela de fato tenha existido, embora muitas pessoas acreditem que sim, e afirmam que ela possa ter sido internada em algum hospital psiquiátrico pela família.
Exclusão da página

Assim como as bizarras postagens iniciaram do nada, assim elas terminaram. Muitos acreditam que a página tenha sido tirada do ar pelo Facebook, pois a mesma estava se tornando altamente popular. Outras pessoas acreditam que a própria Karin decidiu excluir a conta.

Ainda hoje existe uma página de fãs no Facebook que mantem a imagem dela. Algumas pessoas descobriram contas do Facebook que são suspeitas de pertencer a ela. Outros acreditam que ela trocou de conta, por que estava recebendo inúmeros pedidos de amizade.

 

Texto: Blog Noite Sinistra

Deixe um Comentário